Um dos maiores detonadores de brigas entre casais são as dificuldades financeiras. Estes problemas decorrem da falta de conversa entre o casal, do orgulho de ambas as partes e pela falta de preocupação com o amanhã, que se dá, em partes, pela cultura da população brasileira, mas também pela falta do conhecimento.

Fazer uma excelente planilha financeira de nada adianta se não houver comprometimento e mudança de comportamento.

Não há grandes exigências para se fazer um bom controle orçamentário, você pode fazer em uma planilha, em um caderno ou em uma folha separada, o importante é fazer. Faça uma relação do que se ganha e do que se gasta, fazendo as classificações adequadas, por exemplo: Despesas com Alimentação / Despesas com Transporte / Despesa de Veículos / Diversão, entre outros.

Saber quem é o dono do seu dinheiro nos faz pensar em como podemos administrar melhor nossa renda, pesquisas mostram que cerca de 30% da renda familiar está comprometida com o pagamento de principal e juros de empréstimos e financiamentos.

Fazer um bom planejamento e ter o controle do orçamento faz parte de uma relação estável, isso independe do quanto se ganha, mas de como se gasta. Guarde de 20 à 30% da renda do casal e mude sua cultura, ao invés de pagar juros em financiamentos, guarde o dinheiro por um tempo e compre aquilo que deseja a vista, podendo assim, negociar um melhor valor e não pagar nada de juros.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Acompanhe nossas redes sociais e mantenha-se informado